RSS

Arquivo da tag: informática

O analista de sistemas e a engenheira

Um analista de sistemas meio(!?) introvertido finalmente conseguiu realizar o sonho da sua vida: um cruzeiro. Era a coisa mais doida que tinha feito até então. Estava começando a desfrutar da viagem quando um furacão virou o navio como se fosse uma caixa de fósforos…

O rapaz conseguiu agarrar-se a um salva-vidas e chegar a uma ilha aparentemente deserta e muito remota. Deparou-se com uma cena belíssima: cachoeira, bananeiras, coqueiros… mas quase nada além disso. Ele se sentiu desesperado e completamente abandonado.
Vários meses se passaram, até que um belo dia apareceu, remando, uma belíssima engenheira, daquelas de fazer parar o trânsito. A engenheira começou logo uma conversa:
– Eu sou do outro lado da ilha. Você também estava no cruzeiro?
– Estava! Mas onde conseguiu esse bote?
– Simples: eu sou engenheira e usei meus conhecimentos!
Tirei alguns galhos de árvores, sangrei umas seringueiras, defumei até virar borracha, reforcei os galhos e fiz a quilha e os remos com madeira de eucalipto.
– Mas… com que ferramentas?
– Bom, achei uma camada de material rochoso, evidentemente formado por aluviões. Descobri que esquentando esse material a certa temperatura, ele assumia uma forma muito maleável. Mas chega disso! Onde você tem vivido esse tempo todo? Não vejo nada parecido com um teto…
– Para ser franco, eu tenho dormido na praia.
– Gostaria de ver a minha casa?
O analista de sistemas aceitou, meio sem jeito. A engenheira remou com extrema destreza ao redor da ilha. Quando chegou no ‘seu’ lado, amarrou a canoa com uma corda que mais parecia uma obra-prima de artesanato. Os dois caminharam por uma passarela de pedras e madeira construída pela engenheira e depararam, atrás de um coqueiro, com um lindo chalé construído sobre palafitas, pintado de azul e branco.
– Não é muito, disse ela, mas eu o chamo de ‘meu lar’.
Já dentro, ela procurou deixá-lo à vontade:
– Sente-se, por favor! Aceita um drinque?
– Não, obrigado! Não agüento mais água de coco!
– Mas não é água de coco! Eu tenho um alambique meio rudimentar lá fora, de forma que podemos tomar Piñas coladas autênticas!
Tentando esconder a surpresa, o analista de sistemas aceitou.
Sentaram no sofá dela para conversar.
Depois de contarem suas histórias, a engenheira perguntou:
– Você sempre teve barba?
– Não… Toda a vida eu andei bem barbeado.
– Bom, se quiser se barbear tem uma navalha lá em cima, no armarinho do banheiro.
O homem já não perguntava mais nada.
Subiu uma escada em caracol e foi em cima, no banheiro, e fez a barba com um complicado aparelho feito de osso e conchas, tão afiado quanto uma navalha.
A seguir, tomou um bom banho, sem nem querer arriscar palpites sobre como ela tinha água quente no banheiro. Desceu sem poder deixar de se maravilhar com o acabamento do corrimão.
– Você ficou ótimo! Vou lá em cima também me trocar por algo mais confortável.

Nosso herói continuou bebericando sua piña colada. Em instantes a engenheira estava de volta, com um delicioso perfume de gardênias e vestindo um estonteante e revelador robe, muito bem trabalhado em folhas de palmeira.
– Bom, disse ela, ambos temos passado um longo tempo sem qualquer companhia… Você não tem se sentido solitário? Há alguma coisa de que você sente muita saudade? Que lhe faz muita falta e da qual todos os homens e mulheres precisam?
– Mas é claro! – disse ele esquecendo um pouco a sua timidez – tem uma coisa que venho querendo todo esse tempo. Até sonho com isso à noite. Mas… aqui nesta ilha… sabe como é… era simplesmente impossível.
– Bom, ela disse com um sorriso maroto, já não é mais impossível, se é que você me entende…
O rapaz, tomado de uma excitação incontrolável, disse, quase sem fôlego:
– Não acredito! Você não está querendo dizer que… você bolou um jeito de acessar a internet aqui na ilha?

 
2 Comentários

Publicado por em 26/11/2010 em Humor, Sopa de Tudão

 

Tags: , , , , , ,

Chuck Norris na informática

CHUCK NORRIS não faz DELETEs. Ele olha para os registros e eles correm de medo.

CHUCK NORRIS não cria PKs. Os registros simplesmente não atrevem-se a duplicar.

CHUCK NORRIS não usa LOG. Ele lembra de todos registros que alterou.

CHUCK NORRIS não usa LOG. Ele não vai falhar.

CHUCK NORRIS não cria INDEXes. Ele sabe que os registros retornarão o mais rápido que puderem.

MSSQL SERVER __É__ muito mais rápido que ORACLE. Basta que o DBA seja CHUCK NORRIS.

Uma vez adaptaram o ROUNDHOUSE KICK para o ORACLE. Assim nasceu o TRUNCATE TABLE.

CHUCK NORRIS não dá DROP TABLE. Ele dá ROUNDHOUSE KICK TABLE.

Uma vez CHUCK NORRIS deu um ROUNDHOUSE KICK em um banco poderoso. Hoje ele é conhecido por ACCESS.

CHUCK NORRIS sabe todos os erros do ORACLE de cor. Porque ele criou eles.

SELECT SUM(FORÇA) FROM CHUCK_NORRIS; Internal error. Don’t call the support.

SELECT CHUCK_NORRIS; Drop database sucessful.

SELECT ROUNDHOUSE_KICK FROM CHUC… Lost connection..

DELETE FROM CHUCK_NORRIS. Not Found. (Ele está atras de você, a ponto de dar um ROUNDHOUSE KICK!!!)

CHUCK NORRIS tem IGNORE CONTRAINTS automático. Ninguém restringe nada a CHUCK NORRIS.. Ninguém.

CHUCK NORRIS não faz cursos de ORACLE. A ORACLE é que faz cursos com ele.

CHUCK NORRIS instala o ORACLE sem ler o manual. (Quem você pensa que é para ter tentado isso?)

CHUCK NORRIS instala o ORACLE em um 486. Rodando KURUMIM. Em 2 minutos.

CHUCK NORRIS instala o MSSQL Server em um Pentium 100MHZ. Rodando Solaris. A partis dos fontes.

CHUCK NORRIS instala o DB2 em um 486. Rodando WINDOWS VISTA. Sem HD.

CHUCK NORRIS não tem Certificação. São as empresas que tentam tirar Certificação em CHUCK NORRIS. Em vão.

Se disser ao DBA CHUCK NORRIS que “o problema está no banco”, é melhor que esteja se referindo ao Itaú.

CHUCK NORRIS SABE qual o problema de performance do banco. Ele só está dando uma chance do banco se arrepender. 5… 4… 3…

CHUCK NORRIS não cria STORED PROCEDURES. Todas suas Queries já se armazenam no banco, tentanto se esconder. Mas é inútil.

TRIGGERS tem este nome porque CHUCK NORRIS sempre ameaçava atirar no banco quando ele não fazia algo automático.

CHUCK NORRIS não faz Modelo de Dados. Ele encara o banco até que ele faça o modelo sozinho.

CHUCK NORRIS instala o ORACLE sem a interface gráfica. E sem a interface texto. (Pergunte a ele você!)

Megabyte, Gigabyte, Terabyte, Petabyte, Exabyte, Chuckbite.

ORACLE tem as versões Personal, Standard, Enterprise e ChuckNorris Edition. Mas nenhum computador é rápido o suficiente para rodá-lo.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16/11/2010 em Humor, Sopa de Tudão

 

Tags: , , ,

Kamasutra dos informáticos

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21/10/2010 em Sopa de Tudão

 

Tags:

Uma semana na vida de um administrador de redes bastardo do inferno

**** Segunda-feira ****

8:05am

Usuário chama dizendo que perdeu a password. Eu disse a ele para usar um utilitário de recuperação de senhas chamado FDISK. Ignorante, ele me agradeceu e desligou. Meu Deus!

E a gente ainda deixa essas pessoas votarem e dirigirem?

8:12am

A Contabilidade chamou para dizer que não conseguiam acessar a base de dados de relatórios de despesas. Eu dei a resposta Padrao dos Administradores de Sistema #112: “Engraçado… Comigo funcionou…”. Deixei eles pastarem um pouco enquanto eu desconectava minha cafeteira do No-Break e conectava o servidor deles de volta. Sugeri que eles tentassem novamente. Ah… Mais um usuario feliz…

8:14 am

O Usuario das 8:05 chamou dizendo que recebeu a mensagem:

Erro no acesso ao drive 0. Disse a ele que isso era problema de SO e: transferi a ligação para o microsuporte.

11:00 am

Relativamente calmas as últimas horas. Decidi reconectar o telefone do suporte para ligar pra minha namorada. Ela Read the rest of this entry »

 
Deixe um comentário

Publicado por em 01/10/2010 em Sopa de Tudão

 

Tags: , , , ,

O cara da informática

  • CARA DA INFORMÁTICA dorme. Pode parecer mentira, mas o CARA DA INFORMÁTICA precisa dormir como qualquer outra pessoa. Esqueça que ele tem celular e telefone em casa, ligue só para o escritório;
  • CARA DA INFORMÁTICA come. Parece inacreditável, mas é verdade. OCARA DA INFORMÁTICA também precisa se alimentar e tem hora para isso;
  • CARA DA INFORMÁTICA pode ter família. Essa é a mais incrível de todas: Mesmo sendo um CARA DA INFORMÁTICA, a pessoa precisa descansar no final de semana para poder dar atenção à família, aos amigos e a si próprio, sem pensar ou falar em informática, impostos, formulários, concertos e demonstrações, manutenção, vírus e etc.
  • CARA DA INFORMÁTICA, como qualquer cidadão, precisa de dinheiro.
    Por essa você não esperava, né? É surpreendente, mas o CARA DA INFORMÁTICA também paga impostos, compra comida, precisa de combustível, roupas e sapatos, e ainda consome Lexotan para conseguir relaxar… Não peça aquilo pelo que não pode pagar ao CARA DA INFORMÁTICA;
  • Ler, estudar também é trabalho. E trabalho sério. Pode parar de rir. Não é piada. Quando um CARA DA INFORMÁTICA está concentrado num livro ou publicação especializada ele está se aprimorando como profissional, logo trabalhando;
  • De uma vez por todas, vale reforçar: O CARA DA INFORMÁTICA não é vidente, não joga tarô e nem tem bola de cristal, pois se você achou isto demita-o e contrate um PARANORMAL OU DETETIVE. Ele precisa planejar, se organizar e assim ter condições de fazer um bom trabalho, seja de que tamanho for. Prazos são essenciais e não um luxo… Se você quer um milagre, ore bastante, faça jejum, e deixe o pobre do CARA DA INFORMÁTICA em paz;
  • Em reuniões de amigos ou festas de família, o CARA DA INFORMÁTICAdeixa de ser o CARA DA INFORMÁTICA e reassume seu posto de amigo ou parente, exatamente como era antes dele ingressar nesta profissão. Não peça conselhos, dicas… ele tem direito de se divertir;
  • Não existe apenas um “levantamentozinho” , uma “pesquisazinha” , nem um “resuminho”, um “programinha pra controlar minha loja”, um “probleminha que a maquina não liga”, um “sisteminha” , uma “passadinha rápida(ALIAS CONTA-SE DE ONDE SAIMOS E ATÉ CHEGARMOS)”, pois esqueça os “inha e os inho (programinha, sisteminha, olhadinha, )” pois OS CARAS DA INFORMATICA não
    resolvem este tipo de problema. Levantamentos, pesquisas e resumos são frutos de análises cuidadosas e requerem atenção, dedicação. Esses tópicos podem parecer inconcebíveis a uma boa parte da população, mas servem para tornar a vida do CARA DA INFORMATICA mais suportável;
  • Quanto ao uso do celular: celular é ferramenta de trabalho. Por favor, ligue, apenas, quando necessário. Fora do horário de expediente, mesmo que você ainda duvide, o CARA DA INFORMATICA pode estar fazendo algumas coisas que você nem pensou que ele fazia, como dormir ou namorar, por exemplo;
  • Pedir a mesma coisa várias vezes não faz o CARA DA INFORMATICAtrabalhar mais rápido. Solicite, depois aguarde o prazo dado pelo CARA DA INFORMATICA;
  • Quando o horário de trabalho do período da manhã vai até 12h, não significa que você pode ligar às 11:58 horas. Se você pretendia cometer essa gafe, vá e ligue após o horário do almoço (relembre o item 2). O mesmo vale para a parte da tarde: ligue no dia seguinte;
  • Quando CARA DA INFORMATICA estiver apresentando um projeto, por favor, não fique bombardeando com milhares de perguntas durante o atendimento. Isso tira a concentração, além de torrar a paciência.
    ATENÇÃO: Evite perguntas que não tenham relação com o projeto, tipo como…. vocês entendem é claro….;
  • O CARA DA INFORMATICA não inventa problemas, não muda versão de WINDOWS, não tem relação com vírus, NÃO É CULPADO PELO MAL USO DE EQUIPAMENTOS, INTERNET E AFINS. Não reclame! O CARA DA INFORMATICA com certeza fez o possível para você pagar menos. Se quer EMENDAR, EMENDE, mas antes demita o CARA DA INFORMATICA e contrate um QUEBRA GALHO;
  • Os CARAS DA INFORMATICA não são os criadores dos ditados “o barato sai caro” e “quem paga mal paga em dobro”. Mas eles concordam… ;
  • E, finalmente, o CARA DA INFORMATICA também é filho de DEUS e não filho disso que você pensou…
  • Agora, depois de aprender sobre O CARA DA INFORMATICA, repasse aos seus amigos,afinal, essas verdades precisam chegar a todos. O CARA DA INFORMATICA agradece.
  •  
    Deixe um comentário

    Publicado por em 13/04/2010 em Sopa de Tudão

     

    Tags:

     
    %d blogueiros gostam disto: