RSS

Arquivo mensal: dezembro 2011

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 7.300 vezes em 2011. Se fosse um comboio, eram precisas 6 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/12/2011 em Sopa de Tudão

 

Virgindade Moderna…

Primeira noite dos recém-casados. Na cama, a moça diz ao rapaz:

– Sabe, amor, eu não disse antes a você, mas eu não sei fazer nada de nada…

O rapaz, muito gentilmente responde:

– Não se preocupe, minha linda…

Você tira a roupa, deita sobre a cama e deixa que eu faço o resto!
E ela, muito meigamente, agradece:

– Não, amor!!! Trepar, eu trepo bem pra cacete, desde os 15 anos. O que eu não sei é lavar, passar, cozinhar, arrumar a casa… enfim, essas coisas mais complicadas!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20/12/2011 em Sopa de Tudão

 

Como um bêbado enxerga a vida

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/12/2011 em Humor, Sopa de Tudão

 

Tags: ,

As guitarras mais loucas já inventadas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/12/2011 em Curiosidade, Humor, Sopa de Tudão

 

Tags: , ,

Olha a hora

 
Deixe um comentário

Publicado por em 08/12/2011 em Sopa de Tudão

 

Invenções

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Tags: ,

Quando um pai não explica direito

Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na calçada…

– Pai, quem são aquelas senhoras?

O pai meio embaraçado, responde:

– Não interessa filho… Olhe antes para esta loja… Já viu os lindos brinquedos que tem?

– Sim, sim, já vi. Mas… quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas?

– São… são. São senhoras que vendem na rua.

– Ah, sim?! Mas vendem o quê?? – Pergunta admirado o garoto.

– Vendem…. vendem… Sei lá… vendem um pouco de prazer.

O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre a sua carteira com a intenção de ir comprar um pouco de prazer.

Estava com sorte! Podia comprar 50 reais de prazer!

No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe:

– Desculpe, minha senhora, mas pode-me vender 50 reais de prazer, por favor?

A mulher fica admirada, e por momentos não sabe o que dizer, mas como a vida está difícil, ela aceita. Porém, como não poderia agir de forma ‘normal’ com o garotinho, leva o garoto para casa dela e prepara-lhe seis pequenas tortas bem gostosas de morango e chocolate.

Já era tarde quando o garoto chega em casa.

O seu pai, preocupado pela demora do filho, pergunta-lhe onde ele tinha estado. O garoto olha para o pai e diz:

– Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer!

O pai fica amarelo:

– E… e então… como é que se passou?

– Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer, a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício. Tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas comi mesmo assim. Ao final estava todo lambuzado, melequei todo o chão, e a senhora me convidou para voltar amanhã,mas para ser sincero ao senhor eu só tive prazer nas três primeiras , as outras só comi para mostrar que sou homem mesmo, posso ir amanhã novamente, pai?

O pai desmaiou.

 
1 comentário

Publicado por em 05/12/2011 em Humor, Sopa de Tudão

 

Tags: , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: