RSS

[Homenagem] Falcão

28 out

A mão que joga pedra é a mesma que apedreja
talvez escreva um dia o Paulo Coelho
Como se fosse pouco a AIDS e o refrigerante,
a gripe, a tuberculose e a água no joelho,
como se fosse muito bom o Imposto de Renda
o chato, a gonorréia e o Ministério da Fazenda…

“-Ei, macho, que é que tu deseja?
-Eu desejo que você seja muito feliz, mas eu vou comer mesmo é um sanduíche.
-Sanduíche de quê?
-Eu quero uma sanduela de mortadiche com um quicroante bem refrescola!!!”

Conhecendo o mundo como eu conheço
E vivendo a vida como eu sempre quis
Passando como eu passo o tempo
Pensando como eu penso
Eu devia ser chamado pra ser professor
Em alguma escola, em algum quartel
Onde eu pudesse passar os meus conhecimentos
Científicos para o pessoal
Onde eu pudesse sair dos limites físicos do papel
Pois eu nasci nu
Mas nasci contente
É por isso que eu tenho essa cara linda
É por isso que eu tenho esse corpo forte
É por isso… é por isso…
É por isso que o Brasil não vai pra frente

It’s now or never
Ou vai ou racha
Ou dá ou desce
It’s now or never

Mulher de amigo meu pra mim é ótimo!,
falou-me o vizinho em minha cabeceira.
Como se não bastasse o esforço do Governo,
tentando me lascar e ver minha caveira,
como se fosse pouco as pragas que sua mãe me joga,
como se fosse confortável uma hemorróida…

Fica aqui nossa homenagem ao nosso glorioso Falcão.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/10/2010 em Sopa de Tudão

 

Tags: ,

Deixar um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: